Um Amor maior que permanecerá por todo o sempre... mesmo para lá da eternidade, quando os corpos já não o forem e apenas uns leves grãos do seu pó, se elevem no ar, com um leve sopro de alma...

9 comentários:

Sentir disse...

o amor nem carece de matéria para existir. e, mesmo quando coisa pouca, é eterno.

bjo.

daniel disse...

Olá

O esplendor emanado do texto e o esplendor da fotografia, são obra emocional, a merecer aplausos.

Beijinhos
Daniel

ZeManel disse...

Cleo
Em resposta ao teu convite TOUAQUI!!!
Adorei o teu blog, pelo que irei voltar muitas vezes.
O Amor, sempre o Amor... o quanto o almejamos e o quanto tão pouco o alcançamos.
Bjs

Adrielly Soares disse...

Eu quero amar assim.
Eu quero que me amem assim.

Mas disseram um dia...

Amar pra que ? Pra sempre é impossível e por pouco não compensa.
=S

Dias disse...

Amor tão eterno só pode existir unilateralmente, ou na memoria...

Beijos deste eterno descrente (ou vacinado, se preferires)

Baraújo disse...

há tempos atrás acreditava viemente nisso... hoje em dia... nao sei! nao sei mesmo...

réstias de esperança talvez!


mas... sem dúvida... que um AMOR MAIOR sobrevive para além dos tempos em que nos nossos olhares e gestos acompanham os ponteiros do tempo

beijo terno

João Videira Santos disse...

Este texto, convenientemente disposto é...um poema. Gostei.

Auréola Branca disse...

Certa vez ouvi uma música de Celine Dion, que dizia...

"De longe, através da distância e dos espaço que nos separam, você vem pra provar que permanece. Pois há um tipo de amor que nunca vai embora..."

Talvez, esse amor esteja escondido dentro de nós, esperando al oportunidade da vida, para mostrar-se.

Abraços...

sendyourlove disse...

um amor que todos esperamos um dia alcançar...