Dependente
Confiante
Despida de maldade...
A inocência
No seu estado mais puro

E

Nos primeiros

… sopros da alma…


7 comentários:

Iana disse...

Amigos (as) hoje venho não só desejar-vos uma Páscoa feliz e abençoada, desejar-vos que tudo em vosso caminho seja Luz, Paz, Alegrias, e mais uma vez que sejam abençoados pelo nosso encantador divino o Paipai do céu...

Que essa Páscoa venha brotar em vossos corações, mais harmonia!

Também agradecer por acompanhar meus blogs, “Uma Rosa e seus Poemas” e “Vidas-Interrompidas”...

Agradeço-vos pelo carinho e atenção que me tem dado todos esses dias que aqui tenho passado junto dessas vidas abençoadas e amigas!

Como venho, enformar-vos que a: “3ª Parte - As raízes dos meus pais adoptivos” Em “Vidas” já foi publicada e com muito carinho espero por vossas “vidas” em “Vidas-Inter..”...

“Páscoa é tempo de Amor,de família e de Paz... É tempo de agradecermos discretamente
por tudo que temos e por tudo que teremos...

Páscoa é um sentimento nos nossos corações...de esperança, fé e confiança.

É dia de milagres; é dia dos nossos sonhos,parecerem estar mais perto... É tempo de retrospecção, por tudo que tem sido... E uma antecipação de tudo o que será...

E é a hora certa,de lembrar com amor e apreciação,as pessoas em nossas vidas que fazem a diferença... Pessoas como você”!!!

Um forte abraço e beijos no coração com muita Estima e Carinho a todos

Dessa vossa Rosa amiga, que aos poucos conquistou carinhos e muitas amizades....
Atenciosamente,
Iana!!!

PS: ATENÇÂO:

O próximo capítulo de Vidas Interrompidas chamar-se-á “4ª Parte - Infâncias destruídas” e terá os seguintes episódios verídicos:

1) A fuga da minha tia Marta
2) A tragédia de Marília
3) A recuperação do meu pai adoptivo

Agarre as palavras e siga-me...

Cöllyßry disse...

Não conhecia este espaço...gostei muito,delicado é...

A inocência...

Doce beijo

melgadoporto disse...

O fim à pouco.
O principio agora.
Dois momentos, dois espaços.
Dois sentidos, dois deveres.
Estará no fim o princípio e no principio o fim!
Labirinto de formas de ver e ler, tudo!
:)

littledragonblue disse...

Tudo o que nasce, nasce puro. A impureza ganha-se ao longa da vida com a convivência da consciência mediocre que alguns têm.

littledragonblue

adc disse...

Hummm... é quentinho aqui! Trouxeste o sol.


Bjs

rui disse...

Olá Cleo

Tão frágil e tão sereno!

Beijinhos

Verônica Martinelli disse...

A coisa mais pura!

Quem dera que pudesse-mos voltar a essa forma sincera!


Beijos e Boa quinta!