Enquanto navegava por este mar de palavras
Perdi-me num cemitério...
Encontrei-me com a sua alma
Que me levou à beira daquela campa e me contou o motivo da sua morte.

Tinha morrido ontem...

2 comentários:

Manuela disse...

A morte, o fim, e o começo...
Um rodopiar se vida, mesmo quando se pensa parada.
beijo

Cöllyßry disse...

Sua Alma não lá estaria, certamente...

Doce beijo