Conformada, olho as minhas mãos enrugadas e apercebo-me então, do quanto o tempo as desgastou...

2 comentários:

Dias disse...

Mas continuam a ser mãos!

Beijo-as

ana poeta. disse...

Algo a dizer...


Nossas mãos guardam segredos que o tempo cochichou. As tuas marcas só vc sabe traduzir.


Beijos Poéticos.
;**